Arquivos Mensais: junho 2019

Qual a influência do inverno nas varizes?

O inverno chegou e aos poucos vamos sentindo na pele o ar mais frio e a temperatura caindo. Contudo é nessa época, também, que muitos mitos e verdades surgem. Alguns dizem que a época é a melhor para cuidar do problema vascular. Outros salientam problemas, mas para dar o veredito final, vamos falar tudo o que você precisa saber sobre a doença na estação mais fria do ano.

Já adiantamos de cara: o inverno é a melhor época para se livrar das varizes e dos “vasinhos”, sim. Alguns dos tratamentos necessitam de pontos ou deixam hematomas nas pernas, o que torna a exposição ao sol proibida por, no mínimo, 30 dias.

Além disso, se o tratamento incluir a microcirurgia de varizes, o uso de meias elásticas pode ser necessário, o que é mais fácil com a temperatura mais baixa. Mesmo que o tratamento seja feito para melhorar o aspecto estético, é preciso uma avaliação médica para checar vasinhos visíveis ou, ainda, a possibilidade de haver varizes e microvarizes.

Mantendo sua saúde vascular no inverno 

Além do mais, o tempo frio é um grande amigo dos pacientes portadores de Insuficiência venosa crônica, pois nesta época eles tem menos edema (Inchaço) e sentem menos dores nas pernas.

O sangue tem um papel muito importante na manutenção da temperatura corporal. No frio esta função é ainda mais importante. Se os vasos por onde passa o sangue estão com problemas, no inverno, quando eles são mais exigidos com a temperatura baixa, podemos começar a sentir certos sintomas que devemos ficar atentos.

Para entender melhor o que acontece vamos falar da má circulação, ou dificuldade de circulação nas pernas que na medicina é denominada, doença arterial periférica, e acontece quando as artérias dos membros inferiores responsáveis por levar o sangue que sai do coração cheio de nutrientes e oxigênio para as extremidades, apresentam algum problema que dificulta a chegada deste sangue. 

Quando andamos por exemplo, precisamos de energia, glicose e oxigênio que são levados pelo sangue para que os músculos envolvidos no movimento possam trabalhar. Precisamos também de uma boa irrigação sanguínea para nutrição da pele, tecidos, unhas, pelos ossos enfim para todo tecido vivo.

As artérias quando somos jovens são lisas e capazes de conduzir todo o sangue necessário para as nossas necessidades. Com o passar dos anos, elas vão se desgastando assim como todo o organismo e neste processo de degeneração elas podem apresentar acúmulo de gordura em suas paredes, o colesterol por exemplo, que vai causando um estreitamento da parte interna do vaso, dificultando a passagem de sangue. Esta gordura acumulada pode obstruir parte do vaso e se não for tratada pode chegar a obstruir toda a passagem de sangue em um determinado segmento do vaso sanguíneo.

Contudo, mesmo que o inverno traga maior vantagens, os procedimentos vasculares podem ser feitos em qualquer estação do ano. Para saber mais, entre em contato conosco e saiba dos benefícios que nossa clínica pode oferecer a você!

2019-06-19T12:56:30+00:0019 de junho de 2019|Notícias|0 Comentários

Escleroterapia: técnica ajuda no combate as doenças vasculares

Existem muitos tratamentos contra as temíveis varizes, mas poucos são tão eficazes quanto a escleroterapia. Ela é um tratamento feito pelo médico angiologista para eliminar ou diminuir veias e, por isso, é muito usado para tratar vasinhos na pele ou varizes.

Após o tratamento com escleroterapia, a veia tratada tende a desaparecer ao longo de algumas semanas e, por isso, pode ser preciso até um mês para observar o resultado final. Este tratamento pode, também, ser usado em outros casos de veias dilatadas, como hemorroidas ou hidrocele, por exemplo, embora seja mais raro.

Dentre os métodos, a laser é uma das mais requisitadas. Não é invasivo e pode apresentar resultados satisfatórios logo nas primeiras sessões, dependendo da quantidade de vasos a serem tratados. A escleroterapia a laser reduz os microvasos ao aumentar a temperatura dentro do vaso através da emissão de uma luz, que faz com que o sangue retido no interior seja deslocado para outro vaso e ocorra a destruição e reabsorção do vaso pelo organismo. O calor faz com que haja uma pequena inflamação no local, fazendo com que as varizes se fechem e percam sua função. Para entender melhor, confira o vídeo:

A escleroterapia a laser é indicada para pessoas que têm medo de agulha, possuem alergia à substância química que normalmente é utilizada ou possuem uma região no corpo com muitos vasos pequenos. É um procedimento rápido, que dura cerca de 20 a 30 minutos por sessão e que não há muita dor em comparação aos outros procedimentos. 

Escleroterapia Ampliada

A escleroterapia ampliada trata as pequenas veias nutridoras dos vasinhos e os vasinhos também. O detalhe é a aplicação de maior volume de líquido esclerosante por uma técnica especial abrangendo as veias e vasinhos. Nesta técnica o médico trata a raiz dos vasinhos e muitas vezes evita uma cirurgia. Não necessita repouso e possibilita pronto retorno às atividades.

Os procedimentos podem ser realizados na nossa clínica, que fica localizada no Marcenter Shopping, segundo piso, sala 201, no Centro de Muriaé. Para mais informações, entre em contato pelo telefone (32) 3722-9216.

2019-06-14T09:41:27+00:0014 de junho de 2019|Notícias|0 Comentários

MAPA: o que você deve saber sobre o procedimento cardíaco

A pressão arterial sofre diversas variações ao longo do dia, inclusive alterações em resposta a determinadas circunstâncias, como estresse e cansaço. Dessa maneira, a medição momentânea realizada no consultório oferece ao médico uma visão limitada do quadro. A monitorização ambulatorial da pressão arterial, conhecida como MAPA, é um método de medição automática da pressão arterial realizada através de um aparelho que é colocado no paciente.

As medidas da pressão arterial são feitas a cada 15 a 20 minutos durante o dia e a cada 20 a 30 minutos durante a noite, sendo este processo semelhante ao realizado durante as consultas médicas. O exame tem a duração próxima de 24 horas e as medidas são armazenadas neste dispositivo e, posteriormente, transferidas para o computador, que permite a análise dos dados coletados.

Trata-se de um exame indicado rotineiramente para pacientes com suspeita de variação de pressão arterial ou mesmo para aqueles que já estão em tratamento.

No entanto, o MAPA é especialmente indicado nos casos em que, por qualquer razão, há suspeita de que os valores medidos no consultório não refletem a realidade do dia a dia ou ainda quando há necessidade de estudar o caso com mais profundidade, como observar a relação entre os sintomas e a pressão, por exemplo.

Além disso, o exame pode auxiliar o médico nos diagnósticos diferenciais, como a hipertensão episódica, mascarada ou resistente ao tratamento. E também na avaliação de sintomas relativos à pressão baixa — hipotensão.

Segundo pesquisadores espanhóis, a MAPA é o melhor método para prever o risco de morte em pacientes hipertensos na prática clínica, sendo melhor que as medidas realizadas em ambiente médico. 

Além do procedimento, a Cardiovascular Mastercenter oferece um amplo serviço destinado ao cuidado das saúdes cardíacas e vasculares. Ente em contato conosco e agende o seu horário!

2019-06-07T08:36:20+00:007 de junho de 2019|Notícias|0 Comentários