andrericardo

/Andre Ricardo

Sobre Andre Ricardo

Esse autor ainda não preencheu quaisquer detalhes.
So far Andre Ricardo has created 24 blog entries.

Em Muriaé, equipamentos auxiliam na luta contra as varizes

Não é de hoje que equipamentos tecnológicos ajudam a medicina na luta contra as doenças cardiovasculares. Porém, dos anos 80 para cá, muito se foi desenvolvido e várias técnicas criadas para combater doenças que causam lesões graves. No caso da cirurgia vascular, equipamentos já garantem procedimentos minimamente invasivos, ou seja, que não necessita de cortes, anestesia na coluna e que o paciente se recupera rapidamente. Para listar alguns dos equipamentos que nos ajudam nessa missão e que são utilizados na Cardiovascular Mastercenter, listamos ferramentas que se tornaram essenciais para a medicina moderna.

Delight: endolaser

O Laser Endovenoso DELIGHT® é um equipamento da moderna tecnologia para o tratamento minimamente invasivo de veias varicosas. Utilizamos fibras óticas radiais, radiais slim e bi-radiais, amplamente conhecidas pela eficácia no tratamento endovascular a LASER, sobretudo nos segmentos varicosos com maior tortuosidade, aumentando ainda mais a segurança e eficácia do procedimento.

Laser ND YAG 1064

Multiplataforma, equipado com LASER Nd-YAG de pulso longo, alta potência e eficácia para tratar lesões vasculares. O handpiece 1064 LongPulse® agrega uma combinação perfeita entre comprimento de onda, densidade de energia e tempo de pulso, garantindo a satisfação nos resultados. Além disso, não possui contra-indicações, risco de complicações ou downtime (ficar afastado das atividades habituais).

Crio System

Utilizamos o aparelho Syberian que tem um forte jato de ar gelado que diminui significativamente a sensação de dor durante o tratamento com LASER e potencializa a ação do medicamento. Em casos selecionados utilizamos um freezer especial que resfria o medicamento a temperaturas negativas, também diminuindo a sensação de dor e potencializando a ação do medicamento.

Ultrassom vascular com onda pura e Doppler Vascular colorido

Utilizamos aparelhos de última geração e alta resolução para mapear o sistema venoso, imprescindível para programar o mais perfeito tratamento. Hoje se faz obrigatório a utilização do ultrassom para guiar procedimentos tais como a aplicação de MICROESPUMA DENSA e a realização do ENDOLASER VENOSO.

Realidade Ampliada

Utilizamos a mais recente geração de visualizadores de vasos com tecnologia de infravermelho que projeta em tempo real a imagem de veias muitas vezes invisíveis ao olho humano. Em nossos tratamentos, utilizamos também o fleboscópio por retroiluminação que, com poderosa luz de LED facilita a visualização de veias e vasinhos, muito útil para diagnósticos.

Freddo CE

Freddo CE é o resfriador para crioescleroterapia. O frio intenso da Crioescleroterapia aumenta a viscosidade do esclerosante injetado e causa potente vasoconstrição no local da aplicação. O aparelho mantém por mais tempo o contato entre o esclerosante e os vasos, aumentando a eficiência do tratamento, além de obter resultados mais rápidos, sem dor e sem riscos de alergia.


2019-02-15T10:17:37+00:0015 de fevereiro de 2019|Notícias|0 Comentários

Dr. Flávio Reis Gouvêa fala sobre as vantagens do tratamento de varizes com espuma

A forma de lidar com as varizes mudou. Antigamente, quando alguém sofria com veias tortuosas, dilatadas e insuficientes devia recorrer a cirurgias longas, mesmo se tratamento de pequenos vasinhos. Hoje, com o auxílio da tecnologia, o tratamento contra as varicosas melhorou e pode ser realizado, na maioria dos casos, no próprio consultório médico. Entre as opções de maior aceitação está a espuma – procedimento minimamente invasivo e de altas chances de sucesso.

“Graças aos avanços da medicina, com técnicas mais eficazes e o uso de equipamentos com tecnologia de última geração, é possível obter resultados excelentes sem necessidade de cortes, sem repouso e sem anestesia na coluna”, revela o cardiologista e cirurgião cardíaco, Dr. Flávio Reis Gouvêa.

Ou seja, sintomas como dores nas pernas, sensação de peso, inchaço, manchas, inflamações, trombose e feridas abertas podem ser evitados graças ao procedimento com a espuma.

“O tratamento das varizes de grande e médio calibre com espuma ecoguiada é uma técnica na qual essas varizes são “secadas” ao invés de serem retiradas cirurgicamente. Nesse tratamento é realizado um planejamento prévio através de um exame de ultrassonografia de onda pura, com doppler colorido, realizando, assim, um mapeamento dos vasos a serem tratados”, explica Dr. Flávio.


O procedimento é realizado com auxílio de ultrassom na própria Cardiovascular Mastercenter, não necessitando de internação hospitalar, de anestesia na coluna, sem cortes, sem riscos de infecção e hemorragias, sem necessidade de repouso, podendo o paciente trabalhar normalmente durante o tratamento. Além disso, a espuma pode ser feita naqueles pacientes que precisam ser tratados e não podem ou não querem se submeter a uma cirurgia ou ainda que passaram por várias cirurgias e apresentam a volta das varizes.

“Os pacientes com úlcera varicosa, tratados com a técnica da microespuma ecoguiada associada aos curativos especiais realizados em nossa clínica, apresentam uma rápida cicatrização da ferida. O tratamento de varizes com espuma pode ser uma ótima alternativa ao procedimento de retirada de varizes”, complementa o cardiologista.

Para entender melhor como funciona o tratamento, confira o vídeo:

2019-02-08T10:48:13+00:008 de fevereiro de 2019|Notícias|0 Comentários

Exames ajudam a preservar a saúde do coração

Não é mistério nenhum que a medida que envelhecemos, o coração precisa de mais cuidados. Por isso, cada vez mais os exames rotineiros têm salvado vidas e se tornado um aliado importante para a preservação da saúde.

O coração é um dos principais motivos de morte no mundo, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). Cardiologista, a Dra. Mônica Padilha Gouvea é especializada em exames cardíacos e cada dia que passa vê essa terrível realidade ainda mais presente no Brasil. Segundo ela, as consequências de morte por doenças cardiovasculares estão ligadas aos hábitos de vida dos brasileiros, como a má alimentação, sedentarismo, o tabagismo, entre outros.

“Contudo, muitos casos se desenvolvem devido a rejeição das pessoas em realizar os exames cardíacos e avaliações médicas periódicas. Isso contribui para a evolução destas doenças”, salienta.

Para a Dra. Mônica, muitas pessoas têm medo de realizar os exames e descobrir algum problema. Por isso, acabam deixando a saúde em segundo plano e procuram ajuda apenas em casos extremos.

“É exatamente este ponto que quero enfatizar, pois é preferível a pessoa realizar o check-up e descobrir a doença há tempo de se tratar e ficar bem. Se deixar para realizar o tratamento quando a mesma estiver avançada, pode ser tarde demais”, revela a cardiologista.

As probabilidades da cura de uma doença cardíaca aumentam proporcionalmente a medida que ela é descoberta. Algumas têm chances de 95% de serem curadas antes dos sintomas se agravarem.

“O quadro de pessoas que possuem placas de gordura nas artérias que irrigam o coração, por exemplo, se tratadas, não evoluirá para o infarto do miocárdio e, consequentemente, o aumento do coração, que geralmente pode levar ao óbito”, explica a Dra. Mônica.

“Na consulta periódica, realizamos realizamos exames completos. Cada paciente tem uma realidade e por isso contamos com vários procedimentos que auxiliam no acompanhamento”, completa a médica.

Tecnologia a favor do coração

Entre os principais aliados da Cardiovascular Mastercenter no combate das doenças cardíacas está a tecnologia. Com equipamentos de última geração, a clínica consegue avaliar de maneira clara como anda a saúde dos pacientes.

“Ela veio nos ajudar tanto no diagnóstico, quanto no acompanhamento dos pacientes. Por exemplo, com o ecocardiograma, podemos diagnosticar doenças de válvulas cardíacas e acompanhar sua evolução. Com o MAPA, podemos avaliar o tratamento da pressão arterial. Já com o Holter, avaliamos o rimo do coração, se há bloqueios ou até isquemia miocárdica, vendo, inclusive, o horário do ocorrido e se o paciente apresenta sintomas”, salienta Dra. Mônica.

2019-02-18T08:58:03+00:001 de fevereiro de 2019|Notícias|0 Comentários

Doença coronária: o que acontece quando as artérias são bloqueadas

Você está num dia normal, vivendo a sua vida, quando começa a sentir cansaço ao realizar pequenos esforços que normalmente não te afetariam. Além disso, aos poucos, vem a sensação de falta de ar, tontura, suor frio e vontade de vomitar. Esses sintomas podem indicar uma coisa preocupante: doença coronária.

As artérias coronárias transportam sangue com oxigênio para o coração, fazendo com que o órgão bata saudável e cheio de energia. Quando obstruídas, causam muitos problemas, como a diminuição da funcionalidade do coração, que também é responsável por outros órgãos.

Agora, você deve estar se perguntando: por que essa obstrução acontece? Bem, geralmente ela é causada por acúmulo de gordura nas artérias. Esses depósitos são formados pelo colesterol, cálcio e outras substâncias no sangue. Depósitos de placas de gordura podem bloquear as artérias coronárias e deixá-las rígidas e irregulares. Isso é denominado “endurecimento das artérias”. Esses depósitos estreitam essas artérias, fazendo com que o coração receba menos sangue e oxigênio, podendo causar, além dos sintomas listados acima, dores no peito (angina). Um bloqueio total pode causar até mesmo um ataque cardíaco ou infarte do miocárdio.

É bom salientar que a doença afeta ambos os sexos e os índices de mortalidade são bastante altos, caso não tratados adequadamente.

Tratamento

Contudo, você não precisa ficar tão preocupado, já que quanto mais cedo descoberta, maior são as chances de cura.

O tratamento dependerá do grau de comprometimento da lesão. Enquanto em alguns casos o médico indica apenas dieta e exercícios, em outros deve-se tomar medicamentos, além de controlar a pressão, a diabetes e a obesidade. 

Já em casos mais graves, o médico poderá indicar um cateterismo cardíaco e, se necessário, deverá realizar uma angioplastia ou uma cirurgia de revascularização do miocárdio.

2019-01-25T09:45:28+00:0025 de janeiro de 2019|Notícias|0 Comentários

VÍDEO: paciente fala sobre os benefícios da espuma no tratamento

A Cardiovascular Mastercenter conta com vários tipos de tratamento para os problemas vasculares, entre eles está a espuma. Confira o que uma de nossas pacientes falou sobre o procedimento e como ele a ajudou numa fase difícil da vida.

Marque já a sua consulta!

Feridas na perna podem ser tratadas dentro da nossa clínica. Conheça a história da Norma e sua mãe.

Publicado por Cardiovascular Mastercenter em Terça-feira, 8 de maio de 2018
2019-01-18T10:23:35+00:0018 de janeiro de 2019|Notícias|0 Comentários

Conheça 3 dicas para os cardiopatas aproveitarem melhor o Verão

Os dias quentes chegaram com tudo em Muriaé e região. Com os termômetros marcando até 37 graus, a estação é um convite à praia, piscina e atividades ao ar livre, contudo, mesmo aliado, o sol também pode ser um vilão, principalmente para quem sofre de doenças cardíacas. Para te ajudar a curtir a estação mais vibrante do ano sem nenhuma complicação é que a Cardiovascular Mastercenter listou 3 dicas importantes para os cardiopatas e hipertensos. Além disso, elas também servem para a população em geral. Confira:

De olho na saúde

Você tem mantido os exames em dia? Isso é importante para não ser pego de surpresa. Todo cardiopata ou hipertenso que apresentar instabilidade deve evitar esforço sob um calor muito alto. O cardiopata deve realizar, periodicamente, avaliação cardiovascular para se assegurar de que sua doença está controlada. Deve ter autorização médica para a prática do exercício, além da orientação de um professor de educação física. É preciso lembrar que o melhor horário para a prática do exercício ao ar livre, sobretudo no verão, é até às 10 horas da manhã e após às 17 horas.

Cuidado com a Dengue

Sabemos que a Dengue é uma das doenças que mais se proliferam no Verão e isso é um perigo a mais para quem sofre de doenças cardíacas. Sabia disso? Além de febre, mal-estar, dor no corpo e fraqueza, a doença provoca, entre outras alterações, distúrbios que podem ser relevantes para pacientes cardiopatas, como a plaquetopenia (queda no número de plaquetas) e mais, raramente, miocardite (inflamação no músculo cardíaco). Mas não fique assustado. Com o acompanhamento adequado, essas alterações podem ser controladas. Porém, no caso dos portadores de doenças coronarianas ou portadores de doenças valvulares, manter a saúde cardíaca, depois de contrair Dengue, já não é tão simples assim. Pacientes com esse perfil costumam tomar antiagregantes, como AAS e aspirina, ou anticoagulantes, como Marevan, principalmente, quando utilizam próteses valvares ou sofrem de arritmias cardíacas específicas, como a fibrilação atrial. O uso de tais medicamentos em pacientes com Dengue acentua o risco de hemorragias, já que a doença compromete diretamente as plaquetas responsáveis pela coagulação sanguínea. Portanto, a ação da dengue associada ao efeito dos remédios diminui bastante o volume plaquetário do sangue, o que pode ocasionar graves sangramentos.

Beba bastante líquido

Na estação mais quente do ano, atenção redobrada a cardiopatas que fazem uso de medicamentos, pois é justamente no calor extremo e no aumento da umidade que cresce a perda de água e sais minerais através da transpiração e da respiração. Por isso, para evitar a desidratação, a melhor saída é ingerir bastante líquido nesta época do ano, principalmente a pacientes de maior faixa etária e que fazem uso de diuréticos. Porém, não pense que cerveja e bebidas alcoólicas estão listadas nesse cardápio. Elas são inimigas do organismo e o consumo em excesso vai fazer você perder mais água, já que são diuréticas. Prefira água, sucos naturais e chás.

E aí, tudo explicadinho? Ficou alguma dúvida? Comente e deixe o seu ponto de vista. Logo mais voltamos a falar sobre o assunto. Até a próxima!

2019-01-11T09:52:44+00:0011 de janeiro de 2019|Notícias|0 Comentários

Doppler venoso e a evolução no tratamento vascular em Muriaé

Você sente os sintomas de doenças vasculares, vai ao médico e ele indica que você realize um exame de Doppler. Rapidamente, você acata a sugestão, mas não sabe direito o que esperar do procedimento. Aqui na Cardiovascular Mastercenter a gente explica os benefícios e para quê serve essa tecnologia que pode salvar a sua vida.

O ECO-DOPPLER, também conhecido como Ultrassom Vascular ou Ecografia Vascular, é um método de exame diagnóstico fundamental para o estudo de doenças vasculares. O exame é realizado nas artérias e/ ou nas veias do corpo e tem como principais características ser um exame não invasivo, ou seja, sem necessidade de cirurgia; indolor; de fácil execução e sem contra-indicações.

Ele é baseado no método da Ultrassonografia (Ecografia) convencional, associado ao estudo da direção e velocidade do fluxo do sangue dentro dos vasos, através de softwares de alta tecnologia. Essa tecnologia revolucionou o tratamento vascular, tornando-o essencial na avaliação dos problemas que acometem os vasos sanguíneos.

Evolução

A cada ano que passa, novas máquinas, cada vez mais aperfeiçoadas, surgem no meio da Angiologia e Cirurgia Vascular. A qualidade técnica dos exames e os dados conseguidos através deles vêm se tornando excelentes aliados da equipe médica que programa um procedimento cirúrgico.

O diagnóstico e tratamento das famigeradas varizes, por exemplo, foram uns dos que mais se beneficiaram da parceria com o Eco-Doppler Vascular. Este método veio aprimorar o diagnóstico das varizes, pois, somente com um exame não invasivo e de fácil execução é que podemos visualizar o sistema venoso profundo, superficial e veias perfurantes do membro em tempo real, com alta eficácia e nenhum desconforto para o paciente.

O Doppler Vascular tornou-se tão útil que, na prática, não se indicam mais cirurgias de varizes sem a sua prévia realização. Com este método podemos não só mapear as veias varicosas visíveis (aquelas que ficam dilatadas logo abaixo da pele), como também as veias que não se evidenciam a olho nu. 

Na Cardiovascular Mastercenter, o procedimento é realizado pela Dra. Mônica Padilha Gouvêa. Ligue e marque a sua consulta!

 

características:

2018-12-18T14:35:05+00:0017 de dezembro de 2018|Notícias|0 Comentários

Cardiovascular Mastercenter oferece tratamento a laser contra varizes

Antigamente, quem sofria com o problema de varizes, enfrentava uma dura realidade: além de cirurgias extensas, com cortes e recuperação demorada, o procedimento acarretava em dores, hematomas  e desconforto. Bem, hoje a realidade é outra: na era do laser ( minimamante invasivo ), tratar varizes, vasinhos e veias se tornou algo menos traumático. Considerada umas das pioneiras em Minas Gerais quando o assunto é o tratamento de varizes a laser e espumas,  a Cardiovascular Mastercenter, localizada no Marcenter Shopping, na região central de Muriaé, se tornou referência e tem obtido uma taxa de  grande sucessos.

O cirurgião cardiovascular, Dr. Flávio Reis Gouvêa, defende o uso da tecnologia como forma de cuidar do problema que atinge 45% das mulheres e 30% dos homens brasileiros, segundo a Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular. Só para se ter uma ideia, as varizes chegam  a ser um problema sério para 60% do público feminino com mais de 50 anos.

“A cirurgia de varizes com LASER ( ENDOLASER) consiste na passagem de um fino cateter de fibra ótica que conduz os raios laser por dentro das veias, guiados pelo ultrassom. Não realizamos nenhum corte, apenas guiamos as punções”, explica Dr. Flávio.

Dr. Flávio fala sobre os benefícios do tratamento de laser contra as varizes

Origem

A técnica foi desenvolvida, especialmente, para tratar as veias sanefas doentes, mas com o advento das novas tecnologias, fibras mais finas e equipamentos mais sofisticados foram criados e, assim, possível começar a tratar veias mais tortuosas, perfurantes e reticulares com um excelente resultado.

“Graças a evolução das técnicas aplicadas é possível realizar procedimentos sem cortes, sem anestesia na coluna, sem necessidade de repouso e longo  tempo de afastamento do trabalho e ou atividade física,  com alta no mesmo dia do procedimento”, explica o cirurgião cardiovascular.

Tipos de tratamentos

Existem vários tipos de veias, vasos e vasinhos. Para cada tipo de situação, existe um procedimento diferente.

A cirurgia de Endolaser, por exemplo, é indicada para veias insuficientes que estão dilatadas, tortuosas e em alto relevo.

Para cuidar dos vasinhos da face e das pernas, o laser Transdérmico é o mais indicado. Ele possui uma luz especial de uma única cor e direção.

Já para o tratamento das veias reticulares ( vasos azuis), o CLACS (Cryo-Laser ou a Cryo-Escleroterapia), como também é conhecido, se torna o mais indicado aos pacientes. A grande vantagem é que ele trata – ao mesmo tempo – as microvarizes planas e os vasinhos em sistema de dupla ação. Ou seja, ele trata a raiz dos vasinhos de modo mais rápido, com maior durabilidade, evitando uma cirurgia desnecessária.

“Durante o procedimento, podemos utilizar a realidade aumentada com o VeinViewer para otimizar a visualização das veias. Não é necessário repouso e possibilita o pronto retorno às atividades”, salienta Dr. Flávio.

Contudo, antes de realizar qualquer investida, é necessário uma avaliação meticulosa , um mapeamento preciso das veias varicosas através do Doppler venoso de alta resolução, realizado na própria clinica pela Dra Mônica Padilha Gouvêa , permitindo assim realizar o tratamento adequado para obtermos o melhor resultado.

“Essa tecnologia revolucionou o tratamento vascular, tornando-se o exame Doppler essencial na avaliação dos problemas que acometem os vasos sanguíneos, mesmo quando o tratamento é estético. Este método veio aprimorar o diagnóstico das varizes, pois somente com um exame não invasivo e de fácil execução é que podemos visualizar o sistema venoso profundo, superficial e veias perfurantes do membro em tempo real, com alta eficácia e nenhum desconforto para o paciente”, revela a Dra. Padilha.

Dra. Mônica salienta a importância da avaliação para diagnosticar os problemas vasculares

Para finalizar, um dos tratamentos mais utilizados é a espuma – que assim como os demais, dispensa cortes, além de ser realizado sem anestesia na coluna, onde o paciente sai andando da clínica, podendo até mesmo, se desejar, retornar as suas atividades físicas e de trabalho. Para se ter uma ideia, o tratamento das varizes de grande e médio calibre com espuma ecoguiada é uma técnica onde as mesmas são “secadas” ao invés de serem retiradas cirurgicamente.

“O procedimento é realizado com auxílio de ultra-som na própria clínica, não necessitando de internação hospitalar, de anestesia na coluna, sem cortes, sem riscos de infecção e hemorragias, não necessita  de repouso, assim como as demais”, defende Dr. Flávio.

Para saber mais sobre os procedimentos realizados pela Cardiovascular Mastercenter e entender melhor os procedimentos através de laser vascular, o consultório possui um telefone (32) 3722-9216 e um número do WhatsApp (32) 98800-9060.

2018-12-18T16:34:35+00:0010 de dezembro de 2018|Notícias|0 Comentários

Vídeo: depoimento emocionante de tratamento vascular

Hoje trazemos mais uma história emocionante de uma paciente muito querida por nós. ❤️ Agradecemos o carinho e a confiança!!!

Posted by Cardiovascular Mastercenter on Friday, August 31, 2018

2018-12-05T13:55:03+00:005 de dezembro de 2018|Notícias|0 Comentários

Cinco motivos para aderir ao tratamento de laser

A tecnologia não ajudou na evolução apenas do seu celular, do carro ou da sua TV. No âmbito da saúde, ela tem possibilitado que médicos e cirurgiões aperfeiçoem técnicas e criem novas formas de eliminar complicações em procedimentos médicos. Uma das grandes novidades que a tecnologia possibilitou foi o aperfeiçoamento de lasers para combater os tão temíveis problemas vasculares.

Médico, cirurgião e a frente da Cardiovascular Mastercenter, localizado no edifício Marcenter Shopping, no centro de Muriaé, o Dr. Flávio Reis Gouvêa entende muito bem dos avanços tecnológicos para o tratamento de varizes, vasos e vasinhos. Durante os últimos anos ele tem se dedicado a buscar novos métodos que ofereçam mais conforto aos pacientes. Entre as técnicas que trabalha em seu consultório estão os lasers endovenoso, laser para as veias da mão, cryo-laser e o endolaser.  

“O surgimento de varizes, microvarizes e vasinhos, tanto na face como nos membros é heterogênea e complexa, quase sempre misturando todos os tipos no mesmo paciente. Portanto não há uma técnica isolada que possa resolver todos o problema. O médico vascular moderno deve dominar todas as técnicas e tecnologias para que possa associa-las e indicá-las em cada caso, buscando assim o melhor resultado estético e funcional”, revela. 

Contudo, mesmo assim, muitas pessoas têm dúvidas ou questionamentos sobre o tratamento. Por isso, o médico listou 5 motivos para você confiar nos procedimentos a base de laser e procurar ajuda agora mesmo:

1 – Dói?

Diferente da cirurgia de varizes, o tratamento com o laser não dói, justamente por ser menos invasivo. A anestesia é aplicada localmente e o furo na pele é mínimo, apenas para a entrada do laser, não resultando maior desconforto.

2 – Em quanto tempo vejo o resultado?

O resultado também é mais rápido do que em casos cirúrgicos. Em cerca de duas a quatro semanas já é possível sentir os efeitos da terapia. Em até dois meses, observa-se que o local já está curado.

 3 – Preciso ficar de repouso ou no hospital?

Por ser um procedimento minimamente invasivo, não há necessidade de internação, podendo o paciente sair da clínica no mesmo dia, contudo, algumas indicações são feitas. Isso faz com que o paciente ganhe mais tempo de vida e não seja necessária a internação.

4 – O que pode acontecer após o procedimento?

Não é incomum reparar manchas roxas no local onde foi aplicado o laser, mas não se preocupe. Isso acontece porque existe a liberação de sangue quando eles são rompidos por conta do calor. Este sangue é reabsorvido dentro de três dias pelo organismo.

 5 – Quais são os principais riscos?

Caso não siga a risca a indicação médica, o principal risco são manchas locais que podem demorar um pouco a desaparecer, contudo, as permanências são raras.

2018-11-28T13:27:32+00:0028 de novembro de 2018|Notícias|0 Comentários
Carregar mais postagens